Páginas

Aviso

O autor adverte que o conteúdo dos textos a seguir pode ser de origem real, imaginária ou onírica. Logo, em se tratando de semelhanças com o cotidiano, os mesmos podem distorcê-lo em intensidade e veracidade dos fatos.

quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

Rebobinando

 rewind ff

O Bush sem fama, o povo então clama, lá vem o Obama, acabando com o drama.
Na língua o dilema, um novo esquema, destroem o trema, e nasce um problema.
O Lula é o cara, o Brasil ele mudara, boa imagem passara, bom político é coisa rara.
E lota o xadrez, com tal rapidez, que estupidez, um novo ninguém fez.
Então com o Sarney, muito puto fiquei, sua queda eu sonhei, mas a pedra eu errei.
E o Rei da Dança, eterna criança, ao céu ele avança, e vira lembrança.
Brasil esquecido, foi o escolhido, e meu Rio querido, ganhou merecido.
Com o apagão, na escuridão, sem uma previsão, vem a aflição.
Deus nos acuda, Geisy Arruda, com roupa miúda, na TV pede ajuda.
Aquecimento global, no sul foi fatal, estrago irreal, com tanto temporal.
E a maior emoção, foi ouvir a canção, repleta de emoção, o Flamengo é campeão.
Mas que trajetória, que ano de glória, que a sua história, fique na memória.

Feliz 2010!

Caio Sereno.

Um comentário:

  1. IIIIIIIH, ahazou na restrospectiva rimada!
    ADOREI ;D
    Feliz 2010 Caio *-*

    ResponderExcluir